08/09/10

Como dizia a minha descansada tia, homem pequenino ou velhaco ou bailarino — a sarko nunca o vi dançar


Sobre a proposta de criar cidadãos franceses de primeira e de segunda ler (em francês) dois esclarecedores artigos: aqui e aqui.

E para que não se pense que sou a única a invocar a sabedoria popular, veja-se a publicidade alemã de uma empresa de aluguer de automóveis que, traduzindo, diz isto: "Faça como a Madame Bruni, opte por um (modelo) francês pequenino"


5 comentários:

Nuno Monteiro disse...

pois é! Como diz o sócrates, esse grande político, do que esta Europa precisa é de estadistas, grandes pequenos ou gorduchos. Estadistas, portanto. Mesmo que, a cada dia que passe, cada Europeu pague mais dívida e se veja obrigado a calar cada vez mais fundo... valham os blogues e esperemos que o senhor engenheiro não queira ler isto!

Zé_Lucas disse...

Muito bem "esgalhado" esse anúncio.
Cumps

Manuel Vilarinho Pires disse...

Mázinha!
Político pequenino, carro pequenino...
Mas eu vou ajudá-la. ;-)
Depois de num consultório uma revista côr-de-rosa me ter chamado a atenção para o problema, fui documentar-me na internet, que me confirmou a notícia: Sarkozy, o pequeno francês da Madame Bruni, é muito rápido, a ponto de desconcertar Madame Sarkozy que, mal inicia uma viagem, já ele chegou ao fim! É mesmo conhecido por "Speedy"!
Porque não, então, convidar Madame Bruni para um anúncio da Bugatti, sob o tema "baixinho, imponente e super rápido...", muito mais sexy que o da Citröen?

F disse...

Homens muito rápidos?!?!??
Quem os quer?
Eu cá prefiro os que têm mais calma e que sabem dar tempo ao tempo!

Não. O sarkozy, comigo não encaixa. Nem na rapidez!
;)

Ana Cristina Leonardo disse...

A minha descansada tia ficaria corada com esta vossa conversa (mas a ideia do munuel não deixa de ter bastante potencial publicitário)