21/06/10

Confirma-se: sou desprovida de killer instinct (embora não completamente)

Fiquei contente pela vitória da selecção. Mas, como por mais que torça por quem vence acabo sempre com pena dos que perdem, a dada altura achei que bolas! sempre podiam deixar os coreanos marcar um (claro, é fácil ser generoso quando se acaba a 7 a 0...).
[na fotografia, Mário Coluna, Chico Buarque e Eusébio que eu cá não sou de patriotismos exagerados]

6 comentários:

marta morais disse...

a fotografia 'tá um bocadinho esticada, mas é linda à mesma.

Sofia Aguarela disse...

A fotografia é um espectáculo.
Também costumo ter essa sensação de «compaixão» para com quem perde. Mas hoje acho que não tive. Se calhar porque não vi sequer o jogo.

Ana Cristina Leonardo disse...

marta, já destiquei um bocadinho
sofia, em directo pelo ecrã do portátil, vi metade; não é que seja doente da bola, mas um bom jogo é um bom jogo (e como tinha visto o Brasil-Coreia do Norte, ainda por cima no Brasil, garanto, na qualidade de não especialista da coisa, que o os moços jogaram melhor que os irmãos brasileiros)

Sofia Aguarela disse...

Não pude, Ana Cristina! Estava em exame. Eu bem queria. Mas ouvi os golos em tempo directo. Embora, na altura, não tenha tido a certeza se seriam reais ou não. Porque me pareciam repetir-se muito...
Agora sei que foram bem verdadeiros!

N. disse...

só posso dizer que desde ontem (quando vi a foto) ando com uma pestana mais alta: O Chico... o Chico com a águia ao peito!

marta morais disse...

Está melhor, Ana.
Lembrei-me de uma frase deliciosa que diz que disse o caríssimo Nelson Rodrigues: "Perto do Chico Buarque, todo homem é um corno em potencial"