27/10/09

«Princesas, Príncipes, Fadas e Piratas com Problemas» ― um dos contos é meu


Chama-se Crispim, o Pirata que tinha medo da água e há mais cinco aventuras assinadas por Ana Luísa Amaral, Gonçalo M. Tavares, João Pedro Mésseder, Rita Saldanha e Rui Zink. O álbum, editado pela Porto Editora, tem prefácio de Manuel António Pina e coordenação de Pedro Sena-Lino.
O meu conto começa assim

«Era uma vez um pirata de perna de pau, olho de vidro e cara de mau. O pirata de perna de pau, olho de vidro e cara de mau chamava-se Crispim e estava farto de ser pirata. O que ele queria ser era apanhador de ostras.
«Crispim nascera numa família de piratas: pai pirata, mãe pirata, avós e avôs piratas, tios, tias, primos e primas, todas e todos piratas... Enfim, até onde ele conseguia descer na árvore genealógica, nunca ninguém na família fizera nenhuma outra coisa que não fosse piratear. A única excepção era o seu primo Catita, conhecido por Olho de Peixe-Agulha, que um dia, perdido de amores por uma camponesa, trocou os perigos do alto mar pela vida de agricultor. A família falava dele com um enorme desprezo e passara a chamá-lo Catita, Olho de Couve-Lombarda.
«Crispim tinha cara de mau mas não era mau de todo. Claro que quando era criança sonhara ser tão malvado como o célebre Capitão Gancho. Ao aprender a ler, porém, deixara-se dessas manias.»
(continua)

8 comentários:

margarete disse...

se me (nos) der 50% do gozo que deu o "joaninha..." :)

... há-de cá cantar ;)

Ana Cristina Leonardo disse...

margarete, MUITO obrigada

manuel disse...

"nunca minguém" gralha!!

Ana Cristina Leonardo disse...

manuel, sê bem aparecido! E obrigada pela correcção.

Patti disse...

E coordenação do meu querido professor, Pedro Sena-Lino.
Parabéns, já o folheei e gostei do que vi.

Carlos Azevedo disse...

Fará parte das prendas para a "sobrinhada"!

(A capa é muito bonita.)

Sofia Aguarela disse...

Ena, todas as ilustrações da Danuta são magníficas :)
Acho lindo a escrita de contos infantis, muito bem Ana.

Sofia Aguarela.

nd disse...

Ri-me com gosto e, como sabe,rir é o melhor antídoto para o "desencanto" que grassa por aí.