21/07/09

Esquizofrenias da modernidade e não venham cá com explicações científicas porque não as há

Enquanto se discute a legalização do casamento homossexual, os mesmos homossexuais (homens) são proibidos pelo Estado de dar sangue.

8 comentários:

Carlos Azevedo disse...

É muito SIMplex: trata-se da vanguarda política do século XXI.

rui g disse...

E aposto que alguém vai arranjar mesmo uma explicação científica para o caso...

Anónimo disse...

Os cabrões usam estatísticas. Malvados!
O que nos vale é uma pasteleira avisada.

Ana Cristina Leonardo disse...

Anónimo, para sua informação, e porque não quero que lhe falte nada:

O último relatório da Coordenação Nacional para a Infecção por VIH/sida, relativo ao ano de 2008, refere terem sido recebidas no Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge notificações de 2668 casos de infecção pelo vírus da imunodeficiência humana (VIH), nos vários estádios, dos quais 1201 (45 por cento) diagnosticados nesse ano.

Dos casos notificados em 2008 (num total de 1201), a categoria de transmissão "heterossexual" representou mais de metade (57,6 por cento), a transmissão associada à toxicodependência representou 21,9 por cento do total notificado e os casos homo/bissexuais apenas 16,8 por cento.

Et voilà!

margarete disse...

a Ana Cristina desculpe... mas é mesmo chata com essa coisa das estatísticas, agora o seu admirador anónimo vai ter de ir pegar noutra caixa de comentários... bolas! não deixa passar uma!

Inês disse...

Eu proibia já os forcados de dar sangue... são aquelas calcinhas justas... e as meias...

Inês disse...

Quem faz exames de Ingês técnico ao Domingo também não podia dar sangue... não é um comportamento de risco?

Ana Cristina Leonardo disse...

margarete, um dia destes faço um post sobre o(s) fenómeno(s)
Inês,se começamos a enumerar os comportamentos de risco, arriscamo-nos a nunca mais sair deste post