25/06/09

Da série embirrações assumidas: este manuel de pinho nunca me desilude!

Registe-se mais uma frase sábia do ministro da economia e inovação sobre o potencial [turístico] de Portugal:
Às vezes esquecemos que o cão do presidente Obama é um cão algarvio.
[Que por acaso nasceu no Texas...]
Lido aqui, vindo daqui

11 comentários:

nd disse...

Pataratas disléxicos, um aglomerado de pataratas disléxicos, com inteligência só para a sacanice e para outra falta de qualidade sinónima, que termina também com o sufixo ice.

fallorca disse...

E por ter nascido no Texas, os génes do canito deixaram de ser algarvios?

Ana Cristina Leonardo disse...

fallorca, queres saber uma coisa? eu quero que os genes do canito se lixem. juntamente com o pinho...

F disse...

ACL, não é bem assim. Há canitos com genes de inteligência!

Pipoca disse...

Alguém que o ponha em formol... e o troque por 5 presos de Guantanamo. Fazem menos mossa.

Rui Herbon disse...

Creio que Pinho viu muito "Lassie Come Home" em pequeno.

Tovi disse...

O estalão de origem da raça CÃO DE ÁGUA PORTUGUÊS, aprovado pelo Clube Português de Canicultura (CPC) e pela Federação Cinológica Internacional (FCI), diz: Em épocas muito remotas o Cão de Água teve o seu solar em todo o litoral português. Hoje, pela contínua modificação da arte da pesca, encontra-se principalmente no Algarve, região esta que é o seu actual solar. A sua presença nas costas de Portugal deve remontar a épocas muito idas, devendo o Cão
de Água ser considerado como uma raça do país.

Ana Cristina Leonardo disse...

Caro Tovi, até sou algarvia; até brinquei com cães de água em casa da minha avó; até o Pata Branca, cão da minha história, 'Joaninha, a menina que não queria ser gente' é um cão de água [e de linhagem real], mas francamente, não tenho paciência NENHUMA, mas mesmo NENHUMA, para os disparates do Pinho - e isto não depende dos genes do canito

AMCD disse...

Ouvir o Pinho, só se for por pura diversão.

Registar o que diz, só se for para mais tarde publicar um livro de anedotas, ou incluir mais umas anedotas no Anedotário Nacional.

Eu já não o oiço e, menos ainda o registo.

Ana Cristina Leonardo disse...

AMCD, eu não perco uma do pinho. tb. por respeito pelo garrett

Táxi Pluvioso disse...

Quando oiço o nome do presidente Báráque o meu coração comove-se, Leibniz desceu na casa Branca e no mundo (por tabela).