20/02/09

(re)Confirma-se: Margarida Moreira escreve mal comàmerda [e que me processe de novo]

Da série embirrações assumidas VI

Como o meu masoquismo tem limites, não vou repetir o anterior exercício, feito aqui, a partir de uma outra pérola literária assinada por Margarida Moreira. Neste caso, limito-me a destacar a seguinte frase:
Sendo certo que muitos docentes não se aceitam o uso dos alunos nesta atitude inaceitável, acompanharemos de muito perto a defesa do bom nome da escola, dos professores, dos alunos e de toda uma população que muito tem orgulhado o nosso país pela valorização que à escola tem dado.

Esta senhora das duas uma: ou é analfabeta ou sofre de anacolutia mental.
[o texto foi descoberto aqui, e clique-se na imagem para, aumentando-a, se poder confirmar que não sou eu quem está maluca]

4 comentários:

Ademar Santos disse...

"Anacolútia"?
Não será excessivamente... esdrúxulo?
A coisa é grave, muito grave, direi mesmo... paroxítona.
Fui confirmar ao Houaiss...
Engravide lá a... anacolutia.

Ana Cristina Leonardo disse...

ademar, muito obrigada (quem sabe, sabe!)

Cristina Gomes da Silva disse...

Processou-a?!
Mas, então não seria melhor processar os erros de escrita? :)

Ana Cristina Leonardo disse...

Cristina, era uma piada que remetia para o meu anterior post sobre os ofícios desta senhora.
Mas lá que ela merecia, merecia; no mínimo por lesa-língua