27/08/12

Se isto passar impunemente, teremos garantido no Guinness, e sem problemas, o record de "Povo Mais Estúpido do Mundo"


4 comentários:

menvp disse...

TOCA A ABRIR A PESTANA:
- o cidadão não pode ficar à mercê de pessoal que vende empresas estratégicas para a soberania – e que dão lucro (!?!?!) -, e que nacionaliza negócios “madoffianos” (aonde foram ‘desviados’ milhões e milhões); ex: BPN.
- Democracia verdadeira, já! -> leia-se, DIREITO AO VETO de quem paga (vulgo contribuinte).
[veja-se o blog «fim-da-cidadania-infantil»]
.
E MAIS: o Direito ao Veto de quem paga (vulgo contribuinte) também será uma forma de proteger políticos sérios face às ameaças de pessoas sem escrúpulos (que se consideram donos do dinheiro dos contribuintes): veja-se, por exemplo, o caso que aconteceu na Junta de Freguesia da Segura, Castelo Branco, em Junho de 2012.
Explicando melhor, a 'coisa' não pode ser vista como «trigo limpo, farinha Amparo»... isto é, ou seja, no meio de de políticos não-corruptos poderão sempre existir políticos corruptos - e vice-versa -,... consequentemente, como é óbvio, é MUITO MUITO importante que os políticos não-corruptos se sintam apoiados pelos contribuintes... e, como é óbvio, o Direito ao veto do contribuinte... será uma forma de os contribuintes apoiarem os políticos não-corruptos.

Paulo Alves disse...

quer-me parecer que os media já decidiram que, afinal, é bom manter a RTP como está.

mas eu fico mais espantado é que, com esta conclusão, certamente alicerçada em números económico-financeiros inabaláveis, ainda ninguém tenha dito que AFINAL a RTP não precisa que o contribuinte pague um imposto especial para a sustentar.

Táxi Pluvioso disse...

Para Povo mais estúpido do mundo não são necessários jornais, nem Relvas, nem centrais de cerveja, basta olhar-nos no espelho.

O Trintão disse...

Já estamos no Guiness, a televisão é apenas mais uma gota num oceano existente...Há 20 anos que o património público (nosso) é devassado sem limites ou explicações.
É continuar a votar...