08/02/12

Alguém devia explicar à Angela que a Madeira não faz parte do "espaço vital" alemão e já agora também lhe podiam servir um prato de favas acaralhadas

A Sr. Merkel, que já fora a França expressar abertamente o seu apoio ao anão Sarkozy...
resolveu agora pronunciar-se sobre a Madeira.
Se não tivéssemos um governo dirigido por um discípulo menor da referida (ou talvez nos bastasse um Ministério dos Negócios Estrangeiros que não transformasse o emirato do Kuwait na República do Kuwait), alguém já teria explicado à senhora — oficial e imediatamente — que a Madeira não faz parte do "Lebensraum" alemão e que ela devia estar calada. Que a diplomacia tem regras, as relações entre os Estados têm regras, e que isto da Europa não é o cabaret da coxa alemã.
Infelizmente, até o maior partido da oposição, PS de sua graça, fez saber, pela voz do seu representante madeirense, que ela até tem razão.

Sai um prato de favas acaralhadas para todos!

Imagem

7 comentários:

Anónimo disse...

Isso mesmo, Senhora!

m.a.g. disse...

Que saborosa iguaria para tão desapurado palato (ela é mais semilhas, não sei se murchas ou recessas).

Fado Alexandrino disse...

Cuidado com a Lei de Godwin.

S disse...

bom espremos pela resposta de Alberto João Jardim que deve ser "à medida"!

S disse...

aguardemos a resposta de Alberto João Jardim que deve ser "á medida!"

Anónimo disse...

Excelente!

fallorca disse...

Carrega-lhe nos coentros, m'cinha