07/11/11

Ele há lendas e ele há narrativas, ele há poços e ele há fontes...

«Para esse Moiral, que conduzia ao longo dos séculos os seus rebanhos para as terras altas, não havia fim-de-semana, não havia férias, não havia feriados, não havia tão pouco pontes em nenhumas circunstâncias», lembrou o Presidente da República.
AQUI

9 comentários:

m.a.g. disse...

Este presidente é só lembrar-se...
E o que enerva é que nunca fez a mais pálida ideia do que é a vida do campo e vem agora, intermitentemente, com as suas loas telúricas.
Dantes como agora, a vida do campo é mesmo assim, não dá tréguas.

Ana Cristina Leonardo disse...

m.a.g., "Este presidente é só lembrar-se..." é muito bom!

alf disse...

Ahhh, os bons velhos tempos... a família toda junta à volta da candeia... o saudável trabalho do campo... o deitar cedo e cedo erguer.. o canto do galo... a electricidade é que veio estragar tudo... felizmente que temos estes lideres que nos querem levar de volta aos santos tempos de Jesus Cristo...

(serão mormons?)

MCS disse...

Concordo com o sr. corleone silva. Toca a trabalhar que ele tem mordomo, enfermeira, motoristas e mais uns quantos para sustentar.
Fins-de-semana, férias (ainda por cima queriam que fosse pagas, os malandros), feriados... já agora também querem receber por trabalhar, queres ver?

PS. Felizmente aproxima-se o Natal para o ver a "comer" bolo-rei.

Carlos Azevedo disse...

... e também não havia assessores, motoristas, viagens de luxo pagas, hotéis de luxo pagos, etc. Mas, a gente compreende: com a reforma pequenina que a Maria tem, o homem da casa tem de fazer pela vida.

Marco, sejamos justos: o senhor nunca mais comeu bolo-rei em público; o que, aliás, é justíssimo: onde já se viu um Presidente da República comer bolo-rei? Dou por mim a pensar que talvez a careta fosse de nojo, e nós é que somos malvados! ;-)

margarete disse...

acho que já disse mais palavrões nos últimos meses do que nos últimos 37 anos
a minha mãe ainda vai pedir contas a essa gente, eles que se cuidem

henedina disse...

E também eram analfabetos porque não iam a escola para trabalhar desde os 6 anos e Salazar gostava mantinha a paz e não colocavam questões.

MCS disse...

Carlos, deixa-o comer bolo-rei, pode ser que se engasgue de vez com a fava.

Carlos Azevedo disse...

Bem, Marco, tu és mais malvado do que eu! ;-)