18/03/10

Não é que o tema me empolgue ― o do casamento em geral, quero dizer ― mas tive mesmo que me rir com o Jorge Miranda

“[segundo a Constituição] Os homossexuais têm todos os direitos dos cidadãos portugueses, inclusive o direito de casar. O que não podem é casar com pessoas do mesmo sexo.”

6 comentários:

Carlos Azevedo disse...

Achei piada - dentro do género - até ler isto: «só através do casamento ou da união de facto entre heterossexuais é que há filiação». É tão absurdo e do ponto de vista jurídico tão incorrecto que não percebo como pode ter saído da boca de um Catedrático de Direito.

Pedro M. disse...

Impagável, este senhor é o novo membro dos Gato Fedorento

Ana Cristina Leonardo disse...

Eu tb. achei piada mas acho que ele estava a falar a sério. Creio que terá aplicado aqui a reductio ad absurdum, mas há muito tempo que não estudo lógica. O que não me impede de rir, claro.

Vera Y. Silva disse...

Pela mesma ordem de ideias Salazar poderia dizer: quem não gosta do meu governo tem a mesma liberdade de expressão do que quem gosta e pode comentar os actos do governo à vontade, não pode é criticar.

CristinaGS disse...

Ainda não parei de rir. Como está, Ana Cristina? Despareceu do feicebuque? Os seus amigos da Trama é que continuam em grande forma, e ainda bem.

Ana Cristina Leonardo disse...

Cristina GS, de facto não tenho ido ao buque. só muito raramente. aquilo cansa-me. A pastelaria dá trabalho que chega e sobra. Quanto à Trama, eles merecem. E obrigada por ter passado por cá.