18/03/10

Acabem lá com o folhetim, dissolvam o país, façam qualquer coisa

Um primeiro-ministro é apresentado numa conferência internacional com o nome de José Troca-te. Para a mesma conferência, sobre energia, terá sido provavelmente convidada aquela empresa apoiada pelo Governo que produz painéis solares que funcionam faça chuva ou faça sol. Até de noite.
Entretanto, o número de desempregados subiu em relação a Fevereiro do ano passado 19,6% e veio a público que a PJ anda a vasculhar a PJ (prova insofismável de que nunca devemos ser membros de um clube que nos aceite como membro...), para saber o que é que uma carta em segredo de justiça fazia em casa de Vara; Vara, o homem que até hoje a única coisa que ganhou com a sua dedicação a Portugal e ao Partido foi uma caixa de robalos oferecida pelo Manuel Godinho, alegado Bibi do Face Oculta, sucateiro que também oferece sardinhas e pescada a quem seja amigo dele.
Enquanto decorriam estes acontecimentos, no PSD impusera-se a Lei da Rolha.
O PS vociferou Ai Jesus, seus estalinistas! mas, inesperadamente, Narciso Miranda veio dizer que os socialistas também mandariam muita gente para a Sibéria se pudessem, e que, aliás, só ainda não o expulsaram porque têm medo do que ele possa contar, o que foi de imediato desmentido pelo Presidente da Distrital do Porto, Renato Sampaio (que julgo não ser nada ao Sampaio mas nunca se sabe...), que garante que Narciso ainda só não foi para a rua porque anda sempre a mudar de morada, e por isso não lhe conseguem entregar a carta, carta essa, recorde-se, que não tem nada que ver com a que foi encontrada em casa do Armando, a qual ―casa ―parece que tem instalados uns painéis solares bestiais que abastecem sem problemas o forno onde ele costumava assar os robalos que lhe dava o Manuel e já não dá porque é o único que foi dentro.
Confusos? Também eu. Agora imaginem a Cândida.

6 comentários:

A. L. R. disse...

so einfach ist das!!!!!

Pedro M. disse...

Trágico ou cómico não sei mas aborrecido não é de certeza!

Vera Y. Silva disse...

Sim, confusos. Mas ver o próximo episódio desta telenovela não permitirá nenhum esclarecimento.

fallorca disse...

Nada como uns lombos de cherne para a tirar da confusão, com umas ameijoas e tal, coentros...

Ana Cristina Leonardo disse...

lombos de cherne e tal... mais a má língua

fallorca disse...

Fiufiu...