14/01/09

Ainda no gamanço: da meteorologia à lógica ou de como isto anda mesmo tudo ligado

Era Outono e os índios da reserva perguntaram ao novo chefe se o Inverno ia ser frio. Educado segundo o estilo moderno, o chefe nunca tinha aprendido os antigos segredos e não fazia ideia se o Inverno iria ser frio ou ameno. Para jogar pelo seguro, aconselhou a tribo a apanhar lenha e preparar-se para um Inverno frio. Alguns dias mais tarde, lembrou-se de telefonar para o Serviço Nacional de Meteorologia e perguntar se previam um Inverno frio. O meteorologista replicou que, de facto, pensava que o Inverno seria bastante frio. O chefe aconselhou a tribo a armazenar ainda mais lenha.
Duas semanas mais tarde, o chefe ligou de novo para o Serviço de Meteorologia.
― Continuam convencidos de que o Inverno vai ser frio? - perguntou.
― Continuamos ― respondeu o meteorologista ― Tudo indica que vai ser um Inverno muito frio.
O chefe aconselhou a tribo a apanhar toda a lenha que conseguissem encontrar. Passadas duas semanas, o chefe telefonou uma vez mais para o Serviço de Meteorologia e perguntou como pensavam que o Inverno seria naquele momento.
― Agora, estamos a prever que será um dos Invernos mais frios de que há registo! ― informou o meteorologista.
― A sério? ― perguntou o chefe ― como podem ter tanta certeza?
― Os índios andam a apanhar lenha como loucos! ― replicou o meteorologista.
Thomas Cathcart e Daniel Klein, Platão e um Ornitorrinco Entram num Bar, capítulo II - Lógica/Argumento Circular, ed. D. Quixote [aqui]