06/08/08

Arte degenerada

Silvio Berlusconi, que já em 2006 tinha surpreendido o mundo com o seu voto de castidade público, volta a ser notícia. Indo mais longe do que Ágoas, que apenas proibiu massagens e distribuição de maças nas praias do Allgarve, o primeiro-ministro italiano resolveu alterar o curso da Verdade exposta no Palazzo Chigi, sede do governo.
Atrás de Silvio, no gabinete onde concede entrevistas, estava La Verità svelata dal Tempo, a reprodução de um quadro de Giambattista Tiepolo (1696-1770) em que surge, oh céus!, uma mulher com um dos seios desnudado. Temendo, supõe-se, que as suas respostas aos entrevistadores não fossem suficientemente estimulantes para competir com a visão da Verdade nua e crua, Silvio mandou cobrir, 238 anos após a morte do pintor!, a ousadia de Tiepolo.

3 comentários:

Ademar Santos disse...

Ah! mas Silvio não dá ponta, perdão, ponto sem nó. O atrapalhado e trôpego pudor valeu-lhe mais umas notícias. E é de notícias (e não de indiferença) que esta gente se alimenta...
O silêncio só prospera os cadáveres...

Táxi Pluvioso disse...

Ó diabo e não tapou o rabinho dos anjos?

manuel disse...

http://www.youtube.com/watch?v=Uxf7Dxdu13s