03/01/14

Como é que ela inconsegue uma coisa destas sem lhe subir o nível frustacional?


"O meu medo é o do inconseguimento, em muitos planos: o do inconseguimento de não ter possibilidade de fazer no Parlamento as reformas que quero fazer, de as fazer todas, algumas estão no caminho; o inconseguimento de eu estar num centro de decisão fundamental a que possa corresponder uma espécie de nível social frustacional derivado da crise."


Assunção Esteves, aqui

10 comentários:

Jose Catarino disse...

Pois eu "inconsegui" encontrar "inconseguimento" quer no dicionário Priberam, quer no da Porto Editora.
Acho que nem o Mia Couto se lembrou deste neologismo. Só me lembro de "desconsegui" em Jesusalém.
É, portanto, elevado o meu "nível social frustracional" (a senhora Cristas gosta das rimas) por ter inconseguido encontrar inconseguimento. E dou seguimento, inconseguido embora.

Jose Catarino disse...

Ai, que troquei Esteves por Cristas! Será o meu inconsciente a atraiçoar-me, ou eu a inconseguir fixar nomes tão importantes?

josé luís disse...

…é que não inconsigo desimaginar a AR sem a sua impresença despresidencial…

Um Jeito Manso disse...

É certo que não diz nada mas, reconheça, o seu silêncio é ainda pior. Se me permite, Ana Cristina, que falta de ressensibilidade a sua. Então não vê que a nossa Sãozinha, naquele momento, estava sem soft power, sem mística? Quiçá até castrada pessoalmente?

Permita-me: por estes dias há que dar o redesconto ou, então, recalibrar a ironia.

N. disse...

não sei se é de mim, mas a formulação no seu todo causa-me brotoeja.
Pensando bem, talvez ela tenha usado aquela palavra com o propósito de nos fazer ler tudo :)

fallorca disse...

Então inconseguiu, no meu caso
Foi a minha 1ª nega do ano, não começo mal :P

F.A. disse...

É uma coisa do interior.
A senhora tem problemas, é uma fanática da limpeza, lava tudo vinte vezes, não toca em nada sem tomar todos os cuidados.
Deve haver um nome técnico para isto.

A Padeira disse...

Lamento que as pessoas, neste país, tenham tão ausente nível de culturalidade.
As críticas à senhora presidente da AR são evidencionais em excesso de que,
Em Portugal, os génios são vilipendiados por um povo que não almeja desburrar-se, lendo, por exemplo, a simone buvuar.

Anónimo disse...

Exmª e Ilustre "Padeira" no prosseguimento do tão almejado desburramento e para que o nível de culturalidade de V. Exª não se fique pelo inconseguimento, proponho-lhe a leitura de um livro de Simone Bouvoair em detrimento da simone buvuar, que acima aconselha e que tantas vezes deve ter lido!

Anónimo disse...

Simone de Beauvoir!!!!!!!!!!!!