06/10/13

O Eduardo Pitta não sabe usar o google? E terá lido o Magris?

Ninguém é perfeito. Nem eu nem o Billy Wilder que é o mais próximo da perfeição que conheço.
Toda a gente asneira de vez em quando. Mas já lá dizia o velho Sócrates que não há ninguém mais ignorante do que aquele que não sabe que não sabe.

Num país de cegos quem tem olho é rei. Com o google, a miopia ficou difícil de disfarçar. É como aqueles homens que a gente encontra sozinhos à noite ao fundo de um balcão e cujo olhar, cerrado e compenetrado, nos parece profundo e inteligente. Vai-se a ver e o problema é a falta de óculos.

Resumindo: por que é que o Eduardo Pitta passa a vida a dizer asneiras de cátedra e ainda por cima daquelas fáceis de evitar?

"Este ano, a Academia sueca recebeu 195 propostas de todo o mundo. A recepção fechou em Março. Desses 195 nomes, a Academia considerou 48. Este considerar não tem nada a ver com a maior ou menor relevância do autor. A formalização da proposta obedece a critérios que têm de ser respeitados. A 30 de Maio foram escolhidos os cinco nomes da shortlist.Essa shortlist é secreta mas nos círculos bem informados de Estocolmo, especula-se que possa ser composta pelo israelita Amos Oz, 74 anos; o austríaco Daniel Kehlmann, 38 anos; os americanos Don DeLillo, 76 anos [em Novembro fará 77], e Jonathan Franzen, 54 anos; e o judeu-húngaro Imre Kertész, 83 anos [em Novembro fará 84]. A ver vamos. Por mim, tenho muita pena que o italiano Claudio Magris, 74 anos, não entre nestas contas." 

Mas não bastava ir ao site do Prémio Nobel e poupar-se aos disparates?

Descoberto AQUI

6 comentários:

José María Souza Costa disse...

CONVITE
Passei por aqui lendo, e, em visita ao seu blog.
Eu também tenho um, só que muito simples.
Estou lhe convidando a visitar-me, e, se possível seguirmos juntos por eles, e, com eles. Sempre gostei de escrever, expor as minhas idéias e compartilhar com as pessoas, independente da classe Social, do Credo Religioso, da Opção Sexual, ou, da Etnia.
Para mim, o que vai interessar é o nosso intercâmbio de idéias, e, de pensamentos.
Estou lá, no meu Espaço Simplório, esperando por você.
E, eu, já estou Seguindo o seu blog.
Força, Paz, Amizade e Alegria
Para você, um abraço do Brasil.
www.josemariacosta.com

Anónimo disse...

Eh pá... Não tenho costume comentar na blogsfera, mas a barraca do Kertész é por demais absurda. O tipo é crítico literário profissional e dá uma calinada destas?

fallorca disse...

Esta, senhor anónimo? Esta é apenas a última de muitas... Os editores a quem ele passa a vida a fazer "botões de rosa" (ui, ui...) ainda não se aperceberam do sucesso de uma edição intitulada, por exemplo, "Os melhores peidos de Pitta"?

Rui Gonçalves disse...

Como dizia a outra: amei... ;-)

F.A. disse...

Parabenizando o Eduardo.
Não seguiu o avisado conselho de outro grande vulto (o João Pinto) e nos prognósticos (segundo os círculos de Estocolmo) não acertou.
Fica para a próxima.

Luís Serpa disse...

O Mexia também acha que o Magris devia ganhar o Nobel.

"É possível que o Nobel da Literatura de 2013, que será entregue depois de amanhã, vá para um dos «nobelizáveis» do costume, autores que conheço mal como Kadare, Oz, Nooteboom ou Bei Dao; ou de quem não gosto especialmente, como Adonis e Murakami; ou que não faço ideia quem sejam. Quanto aos meus favoritos, escolheria este ano Alice Munro ou Javier Marías. E qualquer dos americanos estaria bem, a começar por Roth. Não acredito que dêem a medalha a Stoppard ou a Kundera, até pelas razões óbvias. Nem a Rushdie, porque quem tem cu tem medo. Mas Magris seria uma opção civilizadíssima. "
(Do Malparado)