03/09/12

"Ça, c’est du meuble ! "

"Le cinéma c'est un art, la télé c'est un meuble". A frase é de Godard, ilustre cineasta que, como qualquer francófono que se preze, gosta de dizer coisas.
António Borges, pelos vistos, também gosta. Foi assim que, chegado directamente de algures e com o Ministro nenhures,veio a público apresentar um modelo de privatização da radiotelevisão a que chamarei sui generis, entendendo sui generis como uma variante latina do nome próprio Al Capone.
Resumindo: propõe-se o Estado, despachada a arte, aviar o móvel, continuando nós a financiar os compradores da mobília e não se pense que a preços do Ikea: 140 milhões por ano e sem rebajas à vista!
Isto, como depressa se percebe, é o maior negócio da China, pelo menos desde que a Inglaterra obrigou o imperador Daoguang a assinar o Tratado de Nanquim em 1842.
A especificidade dos liberais nacionais, já notada em outros “negócios interessantes”, continua, pois, a surpreender-nos: passa-se a RTP1 aos privados (fechada a 2 e umas quantas rádios…), mantém-se a taxazinha inserida na conta da luz, e continua-se a garantir um cheque de seis zeros e mais uns trocos à empresa que ficar encarregue de cumprir o “serviço público” a que a Constituição obriga.
Golpe de mestre! Golpada de génio! Cavalgada heroica! Crazy horses! A adjetivação tanto faz, mas assinale-se que Twain se precipitou ao escrever: “Suppose you were an idiot and suppose you were a member of Congress. But I repeat myself!”; pelo menos em Portugal, não há idiotas, só adiantados mentais.
E porque o tema era televison, segui o conselho de Groucho; fui ler um book. Aliás, dois. "Da Treta”, Harry G. Frankfurt, e "Não me F**** o Juízo”, Colin McGinn.
Melhorei consideravelmente.

3 comentários:

F.A. disse...

Peço desculpa, não é assim.
Quem ficar como "O-TAL-CANAL" vai pagar cem milhões e depois não é dono dele, e depois só tem seis minutos de "pub" contra doze dos outros e depois tem que na programação incluir o "SERVIÇO-PÚBLICO-BOI-ÁPIS".
Se é tão bom-bom porque é que a Comissão de Trabalhadores não abarbata o rei midas da Tugulândia?

luis reis disse...

Bom texto, e melhorou sim senhor.
Já agora, e o que é que acontece aos arquivos da rádio e televisão?
Coisitas de somenos importãncia.
Ai estes liberais modernaços da treta,...tão velhinhos, a cheirar a bafio.

Táxi Pluvioso disse...

Godard est un con suisse no tempo em que as paredes falavam. good weekend