18/02/12

Eu gosto do Manuel António Pina, mas acho que já o tinha dito

"Isto visto, já não digo de Alfa do Centauro mas da Lua, é completamente risível."

Ler a entrevista aqui.
Na imagem, Manuel António Pina, sem gatos.

4 comentários:

Rui Gonçalves disse...

Passou há poucos dias um programa sobre a sua obra no Canal 2, mas, enfim, (quase) ninguém deve ter visto...

Carlos Azevedo disse...

É «um senhor»! E, sendo certo que é tudo muito bom, permito-me destacar isto:

«A grande dignidade da vida e do jornalismo está em ter a consciência plena de que aquilo acaba a embrulhar peixe, mas fazê-lo o melhor possível em cada momento. Fazer o mais honesto, empenhar-se ao máximo, sabendo que é completamente irrelevante. É essa a grandeza do ser humano.»

(e ele reúne as tais duas características: inteligência e compaixão)

fallorca disse...

«Sou amigo dele, mas não acho que ele esteja a fazer um grande trabalho. Não gostei nada da história do Centro Cultural de Belém. Tive uma crónica escrita sobre isso, mas depois não a publiquei.»
Não entendo: Se não a publicou qual a necessidade/intenção de dizer que a escreveu?

Silva Gaio disse...

Não gostei da entrevista. Acho que muito encómio faz mal às pessoas...