02/07/11

Ceci, naturalmente, ce n'est pas une polémique

Há pessoas de quem gosto muito. Há pessoas de quem gosto. Ponto.
Há ainda pessoas que me são indiferentes (a maioria). E outras que me dão sono. Pitta pertence a esta última categoria. Faz-lhe companhia João Carlos Espada.
Ambos parecem cultivar uma leitura sui generis do "estilo british", versão Rainha Vitória, embora o primeiro seja conhecido pelo seu apoio aos chamados "temas fracturantes". Deduzo, talvez erroneamente, que Espada o tenha adoptado ofuscado por Oxford e Pitta em alguma farm próxima da África do Sul.
Seja como for, os dois recordam-me sempre a resposta de uma amiga a um beto armado aos cágados com quem ela se cruzou um dia.
Diz o beto armado aos cágados: "A mãe morreu!" Responde a minha amiga: "A tua! A minha está viva e de excelente saúde".
Resumindo. Ao contrário da Rainha citada, we are most amused com a dúvida que tomou de assalto Pitta, a qual nos propomos, aliás, esclarecer de imediato: não, não fomos convidadas para secretariar pessoalmente João Gonçalves.

10 comentários:

Manuel Vilarinho Pires disse...

...mas há dúvidas que se devem manter por esclarecer, nem que seja para manter vivo, alimentado pela curiosidade, o espírito de análise e procura da verdade...

-pirata-vermelho- disse...

Pois...
mas lá vai falando do tal pita com dois tês e lá vai mandando a gente lê-lo e tudo sem interesse que ultrapasse aconversita de comadre (recém)vinda para Lisboa
e!
ali, o plural é armado aos quê?

Anónimo disse...

Eu também compreendo que um tipo se venda por um prato de lentilhas!! É humano!!

Aproveita João GOnçalves!!!Também podes e deves "mamar" um pouco..

Ana Leonardo, parabéns pelo Blog.

teresa ribeiro disse...

"Acorrentei-a", Ana Cristina. Mas será que gosta deste tipo de experiências? A ver vou :)

Anónimo disse...

Este JG vendeu-se, como se vendem todos os invertebrados.

Espero que o "prato de lentilhas" como diz o Anónimo de cima, compense.

Quem leu o que ele escreveu e o veja agora tão canino....

luis reis disse...

Não percebo a confusão.Porquê?O Sr. João é um "artista", que ganhou o seu espaço...vulgar,certo,
mas que lhe custou, muitas horitas nas blogosfera.Atão não foi?
Tantos admirradorres.Ui,ali é que o "artista" da caneta céliniana á lá portugua, está muiiito bien!
O que eu me tenho rido...

Anónimo disse...

JOão Gonçalves é apenas mais um "Fernando Nobre" da Blogosfera!!!

Não percam tempo com inuteis!!

Ana Cristina Leonardo disse...

A diversos comentadores: este post não é sobre o João Gonçalves; é sobre o Eduardo Pitta que, irritado por eu ter publicado um artigo que António Guerreiro assinou no Expresso (o qual, artigo, versava um texto patético sobre um Festival de Literatura na Madeira que se podia ler no Da Literatura), linkado, por sua vez, por João Gonçalves no Portugal dos Pequeninos, resolveu associar-me ao convite que JG parece que teve para colaborar com o governo de Passos Coelho. A mim, pessoalmente, a política partidária em Portugal aborrece-me; mas já o Eduardo Pitta me parece por vezes risível. Quanto aos convites que JG decide, ou não, aceitar, são-me indiferentea. Mas do que não gosto mesmo é de conversas de porteiras.

N. disse...

de vez em quando venho ler este post para rir um bocadinho (ando precisada) e depois o que eu gosto mesmo é a parte final: "não, não fomos convidadadas para secretariar pessoalmente ..."
Como diria qualquer conterrâneo algarvio: Ah mulher dum raio! :-)

Ana Cristina Leonardo disse...

N, obrigada (e se o post te faz rir um bocadinho já valeu a pena).