07/01/10

Música com a qual abriria o baile do meu casamento, se por acaso me casasse* [e sempre tem mais graça do que a "marcha nupcial"]


*lembrando que alguém disse que o casamento é o cemitério dos afectos, e até me parece que foi um poeta português e gay

8 comentários:

Paulo disse...

Fantástica(s): a ideia, a música e a citação.

F disse...

É sempre preciso uma altura certa na vida para entender certas coisas!

sonia disse...

concordo com meu filho quando diz que casamento é bom, mas morrer afogado é melhor ainda! detalhe: ele não se casou mas já sabe das coisas :)

Anónimo disse...

'tá em lua-de-mel?

fallorca disse...

É só boa vida, da boa :)

CristinaGS disse...

Um casamento saracoteado, portanto ;)

Rui disse...

A ver se me não esqueço de colocar no testamento esta música como banda sonora.

Táxi Pluvioso disse...

Nos casamentos... Quim Barreiros.