20/10/09

Post breve de uma panteísta confessa (eu) a propósito do último Saramago, que não li, e da Bíblia que leio sempre que posso

Retomo o comentário que deixei aqui, a propósito da transcendente polémica de saber se Caim matou realmente Abel:
"Um homem que tem como profissão a escrita e não fica fascinado com a extraordinária narrativa que é o old book (deixo de lado as mariquices do new) é um idiota"
Quanto à melhor piada sobre o assunto, li-a aqui: "Deus nunca precisou de insultar a obra de Saramago para vender mais bíblias"

21 comentários:

Maldonado disse...

O que é a Bíblia senão um livro de cultura judaica, com tudo o que lhe está subjacente...

Carlos Azevedo disse...

O que Saramago disse é redutor e, pior do que isso, banal. Contudo, parece-me que foi mais o acto de um marketer do que outra coisa qualquer. Com resultados positivos, como se viu.

André Benjamim disse...

O Saramago não disse em momento algum que a Bíblia não o fascinava. Se não o fascinasse não se debruçaria sobre ela, que agora com Caim, quer com o Evangelho segundo Jesus Cristo. José Saramago limita-se até a afirmar o óbvio. Só quem nunca leu a Bíblia pode afirmar o contrário. Parece é que agora há por aí muitos leitores da Bíblia. Mas parecem-me leitores transversais (não confundir com a palavra transcendentais).

Eu diria é que foi preciso José Saramago (supostamente) insultar um suposto Deus para que a Bíblia seja lida - não digo mais vendida, porque a Bíblia é o livro mais vendido. Mas dos menos lidos.

CNS disse...

Saramago teria todo o direito de manifestar o que pensa sobre a Bíblia se não tivesse descurado o seu dever como escritor de o fazer sem recurso à "tábua rasa", à banalidade gratuita.

O Shihan disse...

E Saramago não pode dizer o que pensa? Ser banal, ou até marketer?

Eu digo que podia até ser pedófilo e ladrão, acarretando com isso as consequências que lhe haviam de advir. Com isto, as únicas consequências foram lhe cair a Igreja Católica em cima, e ter fabrico com estas declarações, muito provavelmente, um bestseller.

João Lisboa disse...

Tu és panteísta, Leopardo? Deus habita em todas as criaturas da tua selva?...

:)

"podia até ser pedófilo e ladrão, acarretando com isso as consequências que lhe haviam de advir"

Claro. Como, por exemplo, ter conhecimento (ou não) de uns milhares de posts e comentários na blogocoisa a expôr o seu primarismo cultural.

N. disse...

mas, tanto quanto eu já percebi ele é fascinado pela narrativa do old book. E, parece-me, que o lê...

(como eu acabei de dizer (sorrindo) no outro lado e a propósito - sois muito rezingões com o homem. Quereis é sangue!)

N. disse...

ah, vide, vide, o André Benjamim já o havia afirmado (sobre o não fascinio) antes de mim.

João Lisboa disse...

"ah, vide, vide"

:)

Anónimo disse...

Tretas á parte ...é um bom livro , o do Saramago !Leiam ...

Anónimo disse...

Leiam (também)Saramago ...
Um ateu militante

Ana Cristina Leonardo disse...

Maldonado, essa da "cultura judaica" dava pano para mangas

Carlos Azevedo, banal, neste caso, é idiota

André Benjamim, eu não disse em momento algum que a Bíblia não fascinava o Saramago

CNS, nunca propus que o saramago fosse impedido de manifestar o que quer que fosse (deixo os despedimentos, quero dizer, impedimentos para o próprio)

O Shihan, pois, e eu tenho direito a dizer que a argumentação dele é simétrica à de um fundamentalista religioso

João, chega uma altura na vida em que deixa de valer a pena contrariar a nossa natureza (divina... hihihi)

N, não há medíocres inocentes

Anónimo(a) 1 (que deve ser o(a) mesmo(a) do 2)
já leu? e gostou? não nos quer contar? O caim mata mesmo o abel?

Anónimo 2 (que deve ser o(a) mesmo(a) do 1)
militante?! também faz proselitismo? e onde é que prega? a que dias da semana? conte-nos tudo.

CNS disse...

Ana:

Mas eu também não disse que a Ana disse (isto faz-me lembrar qualquer coisa ...) :))

Ana Cristina Leonardo disse...

CNS
Mas eu também não disse que a CNS disse (e isto tb. me faz lembrar qualquer coisa...)
Um abraço

sonia disse...

As pessoas e suas idiossincrasias. Estão confundindo o escritor com o homem. Cruzes!!! ADORO O SARAMAGO!

Ana Cristina Leonardo disse...

cruzes é com o new book

Carlos Azevedo disse...

Se preferir. Nada é mais banal do que a idiotice.

Carlos Azevedo disse...

Se preferir. Nada é mais banal do que a idiotice.

Anónimo disse...

Não , não quero contar , a "crítica" literária é você , leia e conte , ou nem isso sabe fazer ? Mais um blogue para ignorar,somente .Bem me avisaram !

Anónimo disse...

Vocês têm todos é o desgosto de não escrever tão bem como Saramago, e/ou de chegar à idade dele com a sua vitalidade.

Ana Cristina Leonardo disse...

Anónimo (a) das 17:54, e com certeza quem o (a) avisa seu amigo é. Alguém da câmara, não?
Anónimo das 16:02, cada um vê o mundo à sua imagem e semelhança