09/07/08

Dúvida metódica


Quando olho para este homem, hesito sempre entre achá-lo giro ou achá-lo um canastrão

13 comentários:

Cristina GS disse...

Para mim é um canastrão que, com um banhinho de loja, se arma em giro. Mas isto são olhares :)

Anónimo disse...

Bolos requentados, pasteleira louca, corte de bobos impotentes.
Uma blogosfera cheia de boazonas virtuais transforma-se nas mal-jeitosas que por aqui escrevem.

-pirata-vermelho- disse...

Cristina dixit - canastrão.
Nem se percebe a sua dúvida.

Ana Cristina Leonardo disse...

Bolos requentados? Homessa!

manuel disse...

http://doarcodavelha.blogspot.com/2008/07/rhinoceros-1974.html

Aqui está um filme que parece ser o teu cup of tea Cristina.

menina alice disse...

É horrível. Deus me livre! Lagarto! Lagarto! Lagarto! Eu acho que o Grenouille do Perfume é que há-de ser um naco...

Giro?! Giro?...8O

Como me dizia um amigo ontem, citando uma sábia sua amiga, na lei do divórcio devia vir uma excepção: um affair com o Clooney nem seria violação do dever conjugal de fidelidade. Acrescentei-lhe eu: é um imperativo moral.

Ademar Santos disse...

Obviamente, não opino.
Esta troca mui feminina de percepções sobre os méritos libidineiros de um modelo publicitário... transcende-me.
Parece uma sequência de Bergman...

João Lisboa disse...

"um affair com o Clooney nem seria violação do dever conjugal de fidelidade"

Pá, não sei... uma queca não tinha mal nenhum (vá lá, duas); agora um affair-affair...

menina alice disse...

O legislador definia os termos gerais da excepção, depois os tribunais, ao aplicar a lei, decidiam caso a caso: uma queca, duas, um flirt mais fogoso, uma serenata à janela do condomínio, uma escapadela para Monte Gordo ou Monte Carlo...

menina limão disse...

apoiadíssimo! quanta consonância. eu tenho sempre a mesma dúvida, da qual resulta ser-me inexplicável o burburinho à volta do homem.

sem-se-ver disse...

mas no anúncio do martini convenceu-me todinha

Anónimo disse...

Sem cafeína.

Anónimo disse...

Está visto que, pelo menos para mim, isto são foreign affairs