07/03/08

Será que as palavras ainda querem dizer alguma coisa? Pergunto.

«Il y a des nazis de gauche et des nazis de droite», Jonathan Littell. Entrevista descoberta aqui.

10 comentários:

fallorca disse...

Et de centre, et de centre aussi... voilá :P

Anónimo disse...

A Ana Cristina deve ter ficado espantada com o processo da minha tradução, creio. Por isso destacou a frase. Eu explico: dos verbos similares na significação, ter e existir, neste caso, escolhi existir. Como se reportava ao passado, avancei com existiram, respeitando o contexto e o sentido da frase. Se calhar, no Paraguai ou no Uruguai ainda existem filhos e netos de antigos nazis foragidos...Mas neste caso tinha, usando a expressão do meu amigo Ramalho Eanes, que " cortar a direito", é óbvio. Bom vento! FAR

Anónimo disse...

Não é ter, é haver, desculpe. FAR

Ana Cristina Leonardo disse...

FAR, não percebi nada mas a minha dúvida mantém-se. É que não conheço nenhum nazi de esquerda, morto ou vivo, mas deve ser com certeza falha minha

Anónimo disse...

Tem(os) que investigar, claro. Mas não é área que me apaixone e, por outro lado,o arquivo é descomunal e não se pode simplificar ou tentar
reduzir/aplanar/fracturar. FAR

Anónimo disse...

senhora ana Cristina
Não conhece um nazi de esquerda????? estude um pouco mais e não seja tão categórica ...

Anónimo disse...

senhora ana Cristina
Não conhece um nazi de esquerda????? estude um pouco mais e não seja tão categórica ...

Ana Cristina Leonardo disse...

não, não conheço. tem algum para me apresentar?

Klatuu o embuçado disse...

Aos de esquerda costumam chamar-lhes só socialistas... :)

Klatuu o embuçado disse...

P. S. Oooopppsss! Agora é que vi os comments aí da criatura... Nada a ver! Vim directo do post e estava a ser irónico.