19/10/07

Cecília e os 200 mil no Parque das Nações

Eu não quero ser desmancha-prazeres, nem encurtar o legítimo regozijo dos que se entusiasmam com os 200 mil do Parque das Nações. Mas tenho de lembrar - e, por favor, não matem o mensageiro - que em Fátima a coisa chegou ao meio milhão.
Entretanto, fontes bem informadas, embora encapuçadas, garantem que na Cimeira só se falava do divórcio de Nicolas Sarkozy e Cecilia. Uma infelicidade, terá dito Monsenhor Luciano Guerra, reitor do Santuário de Fátima, que acrescentou: «Mas qual era a média dos socos?»

6 comentários:

Táxi Pluvioso disse...

Socos ou sarkos?

ana cristina leonardo disse...

Isso, caro Táxi Pluvioso, como entenderá, é um assunto da intimidade do casal. E na Pastelaria a privacidade é coisa sagrada

NSL disse...

Isto da religião e política é sempre a mesma coisa, só os números importam...
E quantos estavam de facto de «corpo e alma» quer no Parque das Nações, quer em Fátima?

Não estariam lá muitos só para ter autógrafos do Sarkozy, dos gémeos Polacos e daquela senhora simpática que costuma vir da Alemanha para não incomodar?

Acho que se a tertúlia cor-de-rosa fizesse um directo de lá conseguíamos ultrapassar a barreira dos 600.000 e aí, sim, a cimeira teria sido um verdadeiro sucesso.

Anónimo disse...

FOi divorciata arrastada. A cecília portou-se muito bem na capanha . Nao partilhou catre do futuro PR. E nao sucumbiu às mordomias e realices do Nicolas. Foi tudo pacífico, se bem que, o Sarkosy, nao tenha disfarcado nervosismo perante os jornalistas do NY Times, há cerca de três semanas antes do happy- end. FAR

Anónimo disse...

Erratum: Era campanha, o que lá devia estar...O que é certo, pensando bem, é que houve escandaleira com a Carta Visa para Compras fornecida pelos Serviços doa Presidência da República Francesa, poucas semanas depois da instalação do Nicolas no Eliseu...Se estava apaixonada por outro, tique horrível das pequeno-burguesas afrancesadas, como ter a " lata " de aceitar Visa para compras...ou refeições com o amante?!? Isto é mesmo teatro de revista...FAR

ana cristina leonardo disse...

FAR, a Cecilia portou-se à altura. Afinal, ficou com o melhor dos 2 mundos: o cartão Visa do Eliseu e o amante. Duras não teria feito autrement