01/07/07

Descanso merecido

Oh meu ardente Algarve impressionista e mole,
Meu lindo preguiçoso adormecido ao sol,
Meu louco sonhador a respirar quimeras,
Ouvindo, no azul, o canto das esferas

Versos de João Lúcio

2 comentários:

Anónimo disse...

Depois deste poema, o Professor Cavaco Silva, algarvio q.b, já pode dormir descansado.

Miriam

ana cristina leonardo disse...

Miriam, é algarvio mas não é da borda d'água