28/06/07

Não foi camarada

«O júri não tinha suficiente conhecimento para discutir a minha tese», disse ao Correio da Manhã Saldanha Sanches, que apresentou um trabalho sobre «Limites do Planeamento Fiscal».
O fiscalista falou ainda de «ajuste de contas».
Matéria para investigação ou mania da perseguição? Você decide.
Sanches decidiu não fazer nada e levar as bolas pretas para casa.

Na foto, Saldanha Sanches numa entrevista de 1974 à «Vida Mundial», picada do blog Almocreve das Petas, a que aconselho vivamente uma visita http://almocrevedaspetas.blogspot.com

3 comentários:

Anónimo disse...

um tipo quando chumba arranja sempre uma desculpa, perdão cabala. Chumbaste maoista. Toma.

Pedro taveres

Anónimo disse...

se fosse um tipo di direita era bem feito, uma maoista de quem durão barrosa era limpador de caganitas no Rossio e aprendeu bem é bem feito e se fosse alguem do PS e/ou PSD?
não podia ser....

ana cristina leonardo disse...

Caro segundo anónimo, tive alguma dificuldade em seguir-lhe o raciocínio