30/11/21

CHINA: a liberdade de expressão é um mal que se corta pela raiz

Mais um para a lista dos censurados: o ABC junta-se aos jornais espanhóis El País e El Confidencial, que estão também bloqueados na Internet chinesa, e a dezenas de outros órgãos de comunicação internacionais, incluindo os norte-americanos The New York Times ou The Washington Post, ou os britânicos The Guardian e BBC. 

Sem comentários: